ANEAM - Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais

13-08-2012

Gabriel Estevam segue os caminhos do empreendedorismo e já possui 17 prêmios e 4 patentes na área de Engenharia Ambiental

Avalie este item
(0 votos)

 

O estudante de Engenharia Ambiental da Universidade Monte Serrat (Santos/SP), Gabriel Estevam Domingos, 24 anos, também é pesquisador e empresário.

Atualmente ocupa o cargo de presidente da empresa GED – Inovação, Engenharia e Tecnologia (Portfólio em anexo), sendo responsável por todo o departamento de projetos, pesquisa e desenvolvimento.

 

Embora a previsão de formatura no curso de gradução seja somente no final do ano de 2013, Gabriel já possui ampla experiência em desenvolvimento de projetos, com ênfase em clean tech, economia verde e sustentabilidade. Seus Projetos já foram reconhecidos e premiados por grandes empresas, órgãos e instituições, como: Mineradora Samarco S.A.; Wirlpool S.A.; Vopak S.A.; Nossa Caixa Desenvolvimento; Bolsa Internacional de Negócios de Economia Verde (Binev); EDP – Energias de Portugal (Prêmio EDP 2020); Prefeitura de Cubatão/SP (Prêmio Mérito Ambiental), entre outros. Além disso, o estudante possui quatro patentes registradas no Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI de tecnologias para o tratamento e reutilização de resíduos.

A Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais – ANEAM mostra logo abaixo um pouco da história de Gabriel Estevam, em entrevista exclusiva:

Gabriel Estevam realizando uma coleta de Sedimentos no Porto de Santos - SP.

ANEAM - A Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais – ANEAM vem buscando cada vez mais valorizar, fortalecer e integrar a classe dos profissionais de Engenharia Ambiental do Brasil. Assim, criamos em nosso Site o quadro Carreira, para mostrar como profissionais desta área alcançaram o tão almejado sucesso. A ANEAM escolheu você como exemplo de sucesso na Carreira. Conte como foi chegar até aqui e quais seus planos para o futuro.

Gabriel - Desde o começo do segundo semestre da faculdade, já havia captado a necessidade de conhecimento prático que o mercado poderia me cobrar futuramente e somente com a graduação, poderia não conseguir alcançá-lo. Com isso, busquei me aproximar das matérias que possuía uma maior simpatia e acreditava que poderiam me suprir essa necessidade, tais matérias como a de projetos e pesquisa. Para tanto, em paralelo ao curso, comecei a desenvolver alguns projetos e pesquisas, assim, logo conheci uma plataforma de competição de projetos chamada de Battle of Concepts, que consiste em um ambiente on-line, onde grandes empresas trazem problemas e desafios reais, para que jovens e profissionais de todo o Brasil possam contribuir com ideias e projetos. Em troca, a empresa proponente do desafio premia em dinheiro e proporciona oportunidades de trabalho aos melhores. Dessa forma, pude criar novos projetos e ser avaliado por diversos profissionais de grandes multinacionais.

Através dessa importante oportunidade, pude alavancar um aprendizado significativo nessa área de projetos e também de pesquisa, onde foi possível criar uma sinergia com o empreendedorismo, que sem dúvida hoje está sendo de grande valia para minha carreira. Até hoje, já conquistei 17 prêmios e possuo quatro patentes ligadas à inovação em tratamento e reutilização de resíduos. Além disso, há pouco mais de um ano, fundei minha própria empresa, a GED – Inovação, Engenharia e Tecnologia, na qual, pouco a pouco e com muito esforço, dedicação e ética, estou conquistando um sucesso sólido e gradativo.

Em se tratando dos planos para o futuro, pretendo continuar nessa linha de desenvolvimento de projetos alinhado ao empreendedorismo, pois almejo parar um pouco de criar projetos, produtos e tecnologias para outras empresas e tentar viabilizá-los por meio da minha própria empresa.

ANEAM - Quais foram as maiores dificuldades encontradas no mercado de trabalho, se existiram?

Gabriel - Às vezes noto um certo preconceito e um pouco de falta de credibilidade pela minha idade e minha qualificação como estudante de engenharia ambiental, quando por exemplo, vou apresentar projetos em empresas e encontro outros profissionais gabaritados, de diversas áreas e, ao final das apresentações, ainda me deparo com surpresa e frases do tipo: - Como que um estudante, e de Engenharia Ambiental consegue desenvolver um projeto desse?

Enfim, acabo avaliando essas situações de forma positiva, pois elas sempre acabam repercutindo em motivação.

ANEAM - A Engenharia Ambiental é relativamente nova no mercado de trabalho brasileiro e também, dentre as demais Engenharias, a que mais tem potencial de crescimento. O que você acha que esta faltando para que esse fato seja concretizado?

Gabriel - Acredito que há uma falta de aceitação no mercado, que é um tanto compreensível por se tratar de uma profissão nova, porém, falta uma melhor difusão das atribuições e competências de um Engenheiro Ambiental.

ANEAM - Na sua opinião, o que falta para os engenheiros ambientais hoje?

Gabriel - Falta prática. Infelizmente, o mercado ainda cobra muito esse quesito dos recém formados, que possuem um vasto conhecimento teórico, no entanto, por falta de oportunidade, não possuem conhecimento prático, o que as empresas muitas vezes utilizam como um diferencial competitivo para a seleção dos candidatos.

ANEAM - Hoje você está sendo reconhecido(a) pelo trabalho, esforço e dedicação em prol da profissão de Engenheiro(a) Ambiental. Qual recado você gostaria de deixar aos futuros Engenheiros Ambientais?

Gabriel - Há muito ainda a ser descoberto e criado no mundo. Modelos práticos de sistemas convencionais e defasados, já não são bem aceitos pelo mercado. Por isso, busquem fomentar e cultivar a inovação, seja por meio de projetos, tecnologias, ou até mesmo a partir de simples ideias. Nossa geração e o planeta carecem por isso!

ANEAM - A ANEAM, por meio desta entrevista, vem cumprindo o seu papel de reconhecimento e valorização dos Engenheiros(as) Ambientais do Brasil. Como você avalia esta ação?

Gabriel - É uma ação de grande relevância. Difundir experiências e, principalmente, modelos de sucessos como este, podem incentivar o interesse de estudantes e assim contribuir para o fortalecimento de nossa profissão no mercado de trabalho.

Diretoria de Comunicação ANEAM

Veja mais: Pesquisa de Engenheira Ambiental Itabirana é eleita a melhor da 25ª edição do Prêmio Jovem Cientista

Última modificação em Segunda, 15 Outubro 2012 17:44

Add comment


Security code
Refresh

Associação dos Engenheiros Ambientais

Top Desktop version