ANEAM - Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais

17-09-2013

Engenheiro empreendedor relata experiência de mais de 15 anos na área ambiental

Avalie este item
(2 votos)

Mario Luiz Pegoraro, Engenheiro Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC (1996)

relata sua experiência profissional de mais de 15 anos em entrevista exclusiva concedida a ANEAM. Atualmente é sócio-gerente da Empresa Saneville Engenharia e Consultoria Ltda.

ANEAM - A Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais vem buscando cada vez mais valorizar, fortalecer e integrar a classe dos profissionais de Engenharia Ambiental do Brasil. Assim, criamos em nosso Site o quadro Carreira, para mostrar como os profissionais desta área alcançaram o tão almejado sucesso. A ANEAM escolheu você para ser entrevistado como exemplo de sucesso na Carreira. Conte como foi chegar até aqui e quais seus planos para o futuro.

Eng. Mario Pegoraro - Não tive problemas em conseguir emprego após minha formatura, em fevereiro de 1996. Fui admitido numa empresa especializada em vários campos da engenharia, meio ambiente, construção civil e construção de estradas. Comecei como engenheiro trainee. Após 18 meses de trabalho, fui reconhecido pelas habilidades específicas que nós, da área de meio ambiente possuímos, fui promovido ao cargo de gerente. Mantive-me na função de gerente técnico por quase quinze anos. Nesse período fiz projetos de aterros sanitários, promovi licenciamentos e executei obras. Há aproximadamente 2,5 anos criei minha empresa e estou atuando com consultoria e projetos diversos em saneamento e meio ambiente. Os planos futuros compreendem fazer o que gosto, que é continuar fazendo engenharia no dia a dia e promover o crescimento de minha empresa.

ANEAM - Quais foram às maiores dificuldades encontradas na elaboração do plano de saneamento básico de Cuiabá, se existiram? Quais os diferenciais do plano?

Eng. Mario Pegoraro - Não houve dificuldades propriamente ditas. Estamos acostumados a esse tipo de trabalho e, com um método adequado, como o que temos, mesmo com as particularidades de cada cidade, é possível um trabalho sem contratempos significativos. O Plano de Saneamento Básico de Cuiabá teve como destaque a participação ativa da sociedade cuiabana, que garantiu um trabalho baseado na realidade da cidade.

ANEAM - O plano de saneamento é um dos pré-requisitos para a obtenção de verbas do governo federal, que estabelece uma política de adequação dos resíduos sólidos que deve ser cumprida por todos os municípios até 2014, sob pena de não receberem o recurso caso não entreguem no prazo definido. O que você acha desta medida e da nova Política Nacional de Resíduos Sólidos?

Eng. Mario Pegoraro - A medida adotada pelo Governo Federal, em essência, tem por objetivo “forçar” os Municípios a planejarem o saneamento. Até então, as iniciativas eram isoladas, sem uma política clara e definida, como a que temos atualmente, após a edição da Lei Federal nº 11.445/2007. A liberação de recursos deve ser feita tomando como base um planejamento, que é a exigência a partir de 2014. O mesmo valer para a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

ANEAM - Hoje você está sendo reconhecido pelo trabalho, esforço e dedicação em prol da profissão de Engenheiro Ambiental. Como Engenheiro Sanitarista e Ambiental, quais foram os desafios encontrados durante a elaboração e execução de projetos de saneamento básico no Brasil?

Eng. Mario Pegoraro - Os maiores desafios ocorreram em casos em que, como engenheiro, tive que dar solução para problemas de engenharia, considerando os parcos recursos financeiros existentes, principalmente quando o cliente foi o Poder Público. Esse é o nosso maior desafio. Resolver, porém com poucos recursos. Está ai a importância do engenheiro ambiental para o país. Temos o conhecimento científico para fazer e encontrarmos os caminhos que atendam as demandas, mesmo com verba reduzida. É ciência, técnica e arte.

ANEAM - A ANEAM, por meio desta entrevista, vem cumprindo o seu papel de reconhecimento e valorização dos Engenheiros Ambientais do Brasil. Como você avalia esta ação? Qual recado você gostaria de deixar algum recado aos futuros Engenheiros Ambientais?

Eng. Mario Pegoraro - Nossa profissão é muito linda. Trabalhamos, muitas vezes, com elementos imponderáveis, diferentemente das áreas tradicionais da engenharia. Temos conhecimento para circularmos levemente por várias áreas do conhecimento e discutirmos com vários profissionais diferentes. São habilidades que no dia a dia devemos destacar e valorizar, com orgulho, pois a ausência do profissional da engenharia ambiental, levaria a sociedade atual de volta ao passado, quando os homens, carentes dos conhecimentos científicos que dominamos, sem critérios, desmatavam florestas, retificavam córregos e rios, aterravam mangues, sem a menor ideia do impacto absurdo causado e do prejuízo para as populações futuras. Nós! Parabéns à ANEAM pelo importante trabalho. Por favor continuem, sempre.

Diretoria de Comunicação - ANEAM
Última modificação em Terça, 17 Setembro 2013 15:05

Add comment


Security code
Refresh

Associação dos Engenheiros Ambientais

Top Desktop version