ANEAM - Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais

25-06-2012

Cursos ligados à sustentabilidade estão em alta

Avalie este item
(0 votos)

Profissionais com conhecimento na área de desenvolvimento sustentável estão cada vez mais requisitados no mercado de trabalho.

Segundo um estudo encomendado pela Abraps (Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade), 26% das empresas pesquisadas pretendem aumentar o quadro de funcionários ligados ao setor para o próximo ano.

A pesquisa também revela que 65% das empresas possuem estagiários que trabalham exclusivamente com sustentabilidade.

 

Este cenário é favorável para quem vai prestar vestibular para cursos que possuem aplicabilidade na área. “Além das formações ligadas a questões ambientais, como engenharia ambiental e gestão ambiental, os cursos de administração, marketing, logística e direito também são valorizados por empresas e ONGs.

Mas é preciso buscar universidades que trabalhem temas como sustentabilidade e responsabilidade social na grade curricular”, explica Marcus Nakagawa, presidente da Abraps e professor de responsabilidade socioambiental da ESPM.

Ele ressalta que o leque de atuação é imenso. “O mercado de empresas que trabalham com questões ambientais está aquecido. Além disso, as grandes empresas de consumo e bancos possuem departamentos voltados à questão ambiental.

Há também oportunidades em empresas que trabalham com economia verde (energia eólica, lixo, reciclagem e outros) e produtos que já nascem mais sustentáveis.”

Para entrar e se destacar neste  segmento, Nakagawa alerta que é preciso gostar muito de temas como direitos humanos, questões ambientais e tipos de energia. “Dentro de uma lógica de mercado, você vai lidar com estes assuntos o tempo todo.

A causa ou proposta da empresa deve estar de acordo com seus valores”, afirma.

Beatriz Marques, de 18 anos, está no cursinho. Ela conta que a ideia de trabalhar com desenvolvimento sustentável pesou na hora de escolher o curso de engenharia ambiental.

“Em princípio, fiquei em dúvida entre ecologia e engenharia ambiental, pois os ideais dos cursos são muito parecidos. Mas percebi que a engenharia vai me proporcionar uma base para criar novos materiais sustentáveis, além de projetos para a prefeitura ou para uma empresa específica.” A estudante ainda revela sua meta.

“Quando entrar na faculdade, vou conhecer muita coisa nova. Contudo, pretendo trabalhar com projetos urbanos ecológicos. Dessa forma, posso contribuir mais para o meio ambiente.”

Fonte: Diário de São Paulo

Última modificação em Segunda, 25 Junho 2012 23:35

Add comment


Security code
Refresh

Associação dos Engenheiros Ambientais

Top Desktop version