ANEAM - Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais

24-09-2015

VIII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AMBIENTAL DISCUTIU NOVOS RUMOS DA PROFISSÃO Destaque

Avalie este item
(1 Voto)

Debater a atuação do engenheiro ambiental e a crise hídrica no país foram os principais temas debatidos no encontro.

As entidades de classe ANEAM (Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais) e APEAM (Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais), com o apoio da Pontifícia Universidade Católica do Paraná e parceiros, promoveram o VIII Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental, no feriado de sete de setembro, em Curitiba. Professores, pesquisadores, estudantes e empresários discutiram, ao longo de cinco dias, os desafios da engenharia ambiental. Os temas centrais foram a valorização do profissional, a questão hídrica no Brasil e o debate sobre sustentabilidade dentro da profissão.

 

“Este evento propiciou a interação e o fortalecimento das entidades de classe regionais e estaduais de Engenheiros Ambientais, além de ser um momento muito oportuno, pois criamos o Marco Regulatório da Engenharia Ambiental, que congrega as ações para os próximos 10 da categoria”, informou o Eng. Marcus Vinícius, presidente da Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais – ANEAM.

 

 

Entre as soluções apresentadas no SBEA, estão medidas para aumentar a cooperação entre os diversos níveis de governos para a fiscalização técnica e correta das atividades econômicas. Os engenheiros ambientais também destacaram a necessidade de que os grandes projetos de infraestrutura sejam acompanhados por especialistas da área. “O engenheiro ambiental deve ser visto como um colaborador para a sociedade ter um futuro mais equilibrado, e não como um impedidor de idéias, projetos ou obras”, lembrou o Eng. Amb. Renato Muzzolon Jr.

 

 

DEBATES DO SIMPÓSIO

 

A escassez de água em algumas regiões do país foi o tema mais explorado no VIII Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental. Os especialistas apontaram que a falta de políticas públicas terá conseqüências para a população. “Enquanto os municípios não forem instrumentalizados com competências específicas, corremos sérios riscos de enfrentarmos novos racionamentos em um curto espaço de tempo”, avalia Eduardo Felga Gobbi, da Universidade Federal do Paraná.

 

Na opinião do presidente do CREA/PR, Joel Kruger, “o simpósio foi uma excelente oportunidade para discutir as atribuições dos engenheiros ambientais e salientar o papel da categoria”.

 

Outro grande foco do Simpósio foi o debate sobre a falta de mão-de-obra específica na área de engenharia ambiental. Na palestra de abertura do evento, a presidente do Ibama, Marilene Ramos, ressaltou que essa questão é essencial para desenvolver políticas públicas na área. “A contratação de engenheiros ambientais por órgãos públicos é fundamental ao setor. Precisamos de sangue novo, e isso passa pela abertura de concursos públicos na área”, garantiu Marilene.

 

 

Para os profissionais da área, reunir representantes de todo o Brasil, incluindo estudantes, profissionais na iniciativa privada, corpo acadêmico e poder público, é o caminho para debater o futuro do país e prevenir futuras crises, como a escassez de água, por exemplo. Além de palestras, mesas redondas e cursos, o VIII Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental também foi palco para o I Fórum Nacional dos Engenheiros Ambientais, XIX Fórum Nacional dos Coordenadores de Cursos de Engenharia Ambiental (FNCCEA) e I Fórum Nacional das Entidades de Classe de Engenharia Ambiental.

 

Os 920 inscritos (289 profissionais e 631 estudantes) participaram de 16 palestras, seis mesas redondas, 16 minicursos, além de cases de empresas, apresentados por mais de 60 profissionais. Foram 126 apresentações orais de trabalhos científicos e 334 painéis aprovados, avaliados por uma comissão científica composta de 53 membros.

 

Encerrando as atividades, os participantes do VIII SBEA participaram de visitas técnicas.

 

O próximo SBEA será realizado em Minas Gerais em 2017.

 

A conclusão do evento gerou o Marco Regulatório da Engenharia Ambiental e Engenharia Ambiental e Sanitária, um documento que será norteador para a profissão nos próximos anos.

 

 

COMUNICAÇÃO ANEAM

 

 

Última modificação em Quinta, 24 Setembro 2015 00:38

Add comment


Security code
Refresh

Associação dos Engenheiros Ambientais

Top Desktop version