ANEAM - Associação Nacional dos Engenheiros Ambientais

01-04-2016

O FORTALECIMENTO DA ENGENHARIA AMBIENTAL DENTRO DO SISTEMA CONFEA/CREA Destaque

Avalie este item
(0 votos)

A Engenharia Ambiental vem ganhando mais força dentro do Sistema CONFEA/CREA, nos últimos anos, vários Engenheiros (as) Ambientais foram eleitos (as) ou reeleitos (as) e tomaram posse de Conselheiros (as) Regionais e/ou suplentes em Câmaras Especializadas em seus respectivos CREAs.

 

 

O Conselheiro Regional é o profissional habilitado de acordo com a lei, representante de entidade de classe ou instituição de ensino. O cargo de Conselheiro é honorífico e considerado como serviço relevante prestado à Nação, tem mandato de três anos, podendo ser reduzido para ajuste de renovação de terço, sendo permitida uma única reeleição.

 

Engenheiro Guilherme Meller e Leomar Cunha acabam de tomar posse como conselheiros do Crea-SC representando a ACEAMB. 

 

As Câmaras Especializadas dos Conselhos Regionais são instâncias deliberativas que representam um espaço especializado para que os profissionais e as empresas se informem, tirem dúvidas e resolvam todas as pendências no exercício de suas profissões e atividades. Elas têm por finalidade apreciar e julgar os assuntos relacionados à fiscalização do exercício profissional e sugerir medidas para o aperfeiçoamento das atividades do Conselho Regional, constituindo a primeira instância de julgamento no âmbito de sua jurisdição.

 

Para o presidente da ANEAM, Eng. Marcus Vinícius, “é uma grande conquista para a categoria, quando há Engenheiros Ambientais como conselheiros dos CREAs, pois os processos destes profissionais serão relatados por quem possui mais conhecimento sobre os assuntos da profissão. Além disto, são estes conselheiros que defendem as atribuições profissionais da categoria, propiciando também uma maior valorização da classe”.

 

Engenheiro Benjamim Anders e Eng Cassius Gariglio como conselheiros do Crea-TO representando a AMBTO. 

 

No ano de 2016 os profissionais que assumiram cargos de conselheiros ou suplentes são:

 

  • Jhessica Cardoso - DF
  • Leomar Cardoso - SC 
  • Rafael Cristiano Wolter - SC
  • Danielle Perez (suplente) - SC 
  • Carlos Henrique - MS 
  • Vinicius - MS 
  • Wanderley Mendes Diniz (suplente) - PB
  • Kátia Lemos Diniz - PB
  • Alex Caldas (suplente) - BA
  • Renato Muzzolon Jr. – PR
  • Bruno Tonel Otsuka (suplente) - PR

 

Eng Nelson Del’Antonio e Eng Brunna Oliveira como conselheiros do Crea-ES representando a APEA/ES. 

 

Os estados que já possuem conselheiros regionais são:

SC(2) : Eng Guilherme Meller e Eng Leomar Cardoso Cunha

PR(2): Eng Renato Muzzolon Jr. e Eng Bruno Otsuba (suplente)

SP(1): Eng Euzébio Beli

ES(2): Eng Nelson Del’Antonio e Eng Brunna Oliveira

DF(5): Eng Marcus Vinicius, Eng Célia Farias, Cleia Nunes, Ana Beatriz e Renato Nogueira

TO(4): Eng Cassius Gariglio, Eng Benjamim Anders, Rafael Marcolino e Loane Ariela  

MS(1): Eng Vinicius Batistelli

 

Totalizando 22 conselheiros regionais Engenheiros Ambientais em todo o Brasil. 

 

Tivemos um aumento de 14 conselheiros em 2014 para 22 conselheiros em 2016!

 

Engs Katia Diniz e Wanderlei Diniz tomam posse como conselheiros no CREA PB como representantes da APEAMB

 

Para ser um bom Conselheiro, deve-se:

 

•Ter conhecimento das Leis que regem o Sistema, suas Resoluções e Decisões Normativas. Isso é fundamental e imprescindível, para analisar processos e emitir parecer, pois este carece de ser bem fundamentado e embasado na lei.

•Nas Sessões Plenárias, prestar atenção ao relato dos processos para ter a melhor condição de voto. O voto do Conselheiro é uma ferramenta importante e que precisa ser usada com ética.

•Ser ético sempre, posicionar-se embasado na lei e no respeito profissional. Jamais usar o cargo para perseguir colegas profissionais ou para obter nichos de mercado.

 

 

Eng Jhessica Cardoso tomando posse em sua reeleição como conselheira regional do CREA DF representando o Senge DF e ASPEA DF.

 

O Conselheiro que tem a intenção de permanecer no Sistema se aperfeiçoa e participa das oportunidades que se apresentam, sendo valorizado por seus pares. Portanto, com a participação ativa dos Engenheiros (as) Ambientais, a classe se fortifica e ganha voz nas importantes decisões, em prol da valorização e reconhecimento da Engenharia Ambiental. 

 

Eng Alex Caldas à esquerda como conselheiro regional no CREA BA representando a ABENA. No meio, o Secretário de Cidades Sustentáveis Eng Amb. André Fraga e à direita, o Presidente da ABENA Eng Victor Vieira.

 

Eng Euzébio Beli à direita como Conselheiro Regional no Crea SP representando a UNIPINHAL e APEA/SP.

 

Por: Comunicação ANEAM

 

Última modificação em Terça, 05 Abril 2016 01:13

Add comment


Security code
Refresh

Associação dos Engenheiros Ambientais

Top Desktop version